More Website Templates @ TemplateMonster.com - August11, 2014!

Um ano quase sabático

março 14, 2017

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

Recomeçar…

Essa palavra tem me guiado nos últimos 12 meses, mais claramente desde 9/3/2016, quando nasceu Leona, minha 1ª filha. Dizem que quando nasce um bebê, nasce também uma mãe, uma família… É por ai, mas esqueceram de contar que nada disso é fácil. Na verdade, é avassalador e imensurável a missão de ser responsável pela vida de outra pessoa.

Na marra, descobri que o mundo não para pra gente aprender a lidar com as boas novas e não tinha como isso não afetar no meu trabalho. Escolhi fazer uma “pausa” e tive um ano quase sabático, de fato. Trabalhei o quanto pude, mas a prioridade era ela. Abri mão de várias oportunidades e aproveitei este momento para me reconectar com todas as razões que me levaram a ser fotógrafa. Desistir ou mudar não estava nos planos, jamais, mas era preciso ressignificar e ceder à vontade de (re) começar. Da forma como estava, eu não estava mais satisfeita.

O meu olhar para com as famílias que fotografei nessa fase mudou e nada disso foi planejado. Não estou falando de técnica, mas de reconhecimento. Para além da relação “cliente-fornecedor”, a conexão se transformou em empatia e sororidade. Agora, sou mãe e tenho a minha família, como elas. Me vejo como de frente a um espelho, que reflete desafios e superações. Me sinto parte, igual.

Como é bom fazer parte, se reconhecer e ser reconhecida. A motivação está ai. Como é maravilhoso ser uma mãe que registra a vida de outras mães. Talvez tenha sido isso que transformou essa necessidade de pausar em algo realmente que legal, sem frustrações ou cobranças excessivas. Olhar minha trajetória profissional de maneira menos urgente me fez repensar diversas questões e criar em mim uma real coragem para apostar naquilo que faz meus olhos brilharem mais. Ficou mais fácil dizer não, definir metas e, principalmente, ficou mais fantástico aceitar o sim.

Agora em marco, fez um ano que essa jornada pessoal começou e dia 9/3 foi o pontapé inicial. O dia em que minha filha escolheu para se tornar nossa e que 365 dias depois escolho para voltar, de fato, à minha profissão, trazendo novidades e mudanças, algumas bem claras e outras subjetivas. E quero mostrar a primeira delas: a nova identidade visual, representada pela Mandala, que em sânscrito significa essência e busca da plenitude diante do universo. Convido vocês para fazer parte disso também.

Vai ser legal. Prometo!

 



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×