More Website Templates @ TemplateMonster.com - August11, 2014!

Fotografia de Parto l O nascimento da Sophie

setembro 17, 2018

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×

Era segunda-feira e eu voltava do mercado quando parei no posto de gasolina e o telefone tocou.

⁃ Alô, é Jaqueline, fotógrafa?
⁃ Sim. No que posso ajudar?
⁃ Então, a doutora Carolina Mocarzel me passou seu contato e queria saber se você pode fotografar o parto da minha esposa.
⁃ Sim, claro. Qual dia vai ser?
⁃ HOJE!!!!
⁃ Hã?
⁃ Sim, já estamos no hospital?

E foi assim que gelei dos pés à cabeça falando com o Gabriel. Só deu para perguntar: “Quanto tempo tenho para chegar aí”?

Ele disse que ela tinha acabado de se internar e estava com algumas contrações. Liguei para casa: coloquem bateria pra carregar e comprem um pack de pilhas.

Cheguei, tomei um banho expresso e fiz um lanche porque não fazia ideia de quantas horas ficaria dentro da maternidade.

Chegando lá conheci a Bella é quase toda a família dela que estavam juntos. Pensei: “ela está sentindo dor na frente deles”? E estava.
Linda e maravilhosa, amparada pela tia, a sogra e a mãe. E um pouco depois chegou o pai dela. Gabriel tinha saído para resolver algo na rua e foi o tempo de me apresentar e montar o equipamento.

Era um ambiente tão legal, só faltou um bolo e cafezinho. Nublado do lado de fora, tão incomum para o mês de Janeiro, mas dentro daquele quarto o amor aquecia tudo. As horas foram passando, as contrações aumentavam. De vez em quando, a obstetra vinha conversar com ela.

Saímos do quarto, andamos pelos corredores. Uma contração aqui, outra ali, as horas foram passando, hora de ir para a sala de parto. Eu amo essa sala da Perinatal Barra, devo dizer. Aquelas estrelinhas me acalmam.

Quando a equipe médica se reuniu, surgiu a figura da Cíntia, uma fisioterapeuta especializada em atendimento a gestantes. Nunca tinha visto a atuação de uma e confesso que fiquei encantada. Que trabalho fantástico para aliviar as dores, melhorar as posições da gestante para facilitar a descida do bebê e o aumento da contração.

Ficamos ali por um bom tempo: a Bella, a Cintia, o Gabriel e eu… Apoio, carinho, umas firmes apertadas no braço e a cada contração a Bella se enchia mais de força. Em um determinado momento, o caminho se inverteu. Durante o cardiotoco, foi visto que a Sophie estava em sofrimento fetal e a dilatação não tinha evoluído.

Ainda faltariam algumas horas para o TP engrenar e reunidos, Gabriel e Bella, optaram pela cesárea. Depois de mais de 10 horas, lá fomos nós para a sala de cirurgia. Poucos minutos depois, a Sophie chegaria a esse mundo, recebida com muito amor e respeito. Não foi aspirada e teve contato com o seio da mãe ainda nos primeiros minutos de vida.

Foi fantástico presenciar mais uma vez como a vida é de fato um evento cheio de surpresas encantadoras. Bella, você foi uma guerreira e Gabriel já demonstrou claramente que ali, junto com a Sophie, estava nascendo um pai.

, , , ,

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

0 Flares Facebook 0 Twitter 0 Pin It Share 0 Google+ 0 0 Flares ×